<body><script type="text/javascript"> function setAttributeOnload(object, attribute, val) { if(window.addEventListener) { window.addEventListener('load', function(){ object[attribute] = val; }, false); } else { window.attachEvent('onload', function(){ object[attribute] = val; }); } } </script> <div id="navbar-iframe-container"></div> <script type="text/javascript" src="https://apis.google.com/js/plusone.js"></script> <script type="text/javascript"> gapi.load("gapi.iframes:gapi.iframes.style.bubble", function() { if (gapi.iframes && gapi.iframes.getContext) { gapi.iframes.getContext().openChild({ url: 'https://www.blogger.com/navbar.g?targetBlogID\x3d6259582088889203215\x26blogName\x3dM%C3%A3e+da+M%C3%A3e\x26publishMode\x3dPUBLISH_MODE_BLOGSPOT\x26navbarType\x3dBLUE\x26layoutType\x3dCLASSIC\x26searchRoot\x3dhttp://maedamae.blogspot.com/search\x26blogLocale\x3dpt_BR\x26v\x3d2\x26homepageUrl\x3dhttp://maedamae.blogspot.com/\x26vt\x3d-1175415386239380041', where: document.getElementById("navbar-iframe-container"), id: "navbar-iframe" }); } }); </script>
quinta-feira, 6 de novembro de 2008
UM GATO DE OLHOS VERDES



Há 14 anos, eu tirei férias num quase final de outubro, para cuidar do Thomas, pois sua mãe estava bem redonda, com um bebezão dentro da barriga (como ela dizia, é engraçado pensar que já tem uma pessoa com unha e cabelo aqui dentro).
E nada desse bebê nascer...ela dizia, dia 29 não quero porque é dia do Thomas, dia 1º também não pois é aniversário de sei quem lá, dia 2 também alguém fazia aniversário, e ela queria que você tivesse o seu próprio dia.
E assim os dias foram passando e nada de você querer sair do aconchego.
As minhas férias já estavam quase por terminar quando, no dia 7, logo cedinho, ela me disse: estou indo buscar meu presente. E não é que você esperou até esse dia prá nascer junto com ela?
Só você mesmo Lelão, com seus repentes, suas idéias mirabolantes, prá esperar e fazer aniverário junto com ela.
E eu cuidei tanto de você, cantei prá você dormir (coisa que não era fácil), eu cantava “Papai Noel, eu vivo a chorar...” e você deitado no meu ombro, cantava a música inteira comigo.
Era louco por um colo, quando íamos passear no Shopping e você pedia prá eu te pegar, esticava os bracinhos e me dizia... “é pisado”.
Também prá você contei muitas histórias, inclusive a famosa do “Xebolinha”.
Quando a gente viajava, você sempre no meu colo, queria que eu mostrasse os boizinhos e os “cabalos”.
Aí começou sua fase internacional, começou a gostar futebol e quando eu perguntava prá quem você torcia a resposta era, “pro Arsenal”, mas eu dizia: que time é esse? e você esclarecia: é um time da “Arlindaterra”.
E o tempo passou voando e hoje você completa 14 anos (junto com a Bel) pois o dia é de vocês. Mas com sua alegria, simpatia, inteligência e, mais ainda, sua beleza, com esses olhos verdes (que puxou de mim) e esses cílios que fazem inveja à qualquer mulher, tem não só hoje, mas todos os dias para viver com muito amor e alegria junto de todos nós que te amamos muito.
Pro meu Lelão, que já foi o meu “bebê”.
Mil beijos
Vó Arilda


Escrito pela Mãe da Mãe às 13:30
"Dê um pitaco:" 3 Comentários


sexta-feira, 31 de outubro de 2008
VOU SER BISAVÓ



Pois é gente, em março de 2009 vou ganhar o meu primeiro bisneto, o Enzo, mais um homem para a minha turma.
Estou muito feliz pela notícia, pelo meu neto que vai ser pai, o Lucas, e pela nova neta que vai ser mãe, a Julia.
Espero que essa criança venha trazer muita alegria para todos nós e que tenha as qualidades do pai, que é inteligente, trabalhador, alegre, comunicativo, além de ser bonitão.
Não é papo de coruja, não, é uma grande realidade.
A Julia também é uma gracinha, meiga, delicada e muito, mas muito mesmo, sorridente.
Estamos todos, bisa, avó, tia-avó, tios, primos, enfim, a família inteira já pensando nos preparativos para a chegada de mais essa “cuequinha” na minha coleção.
Conforme os dias forem passando, vou contando pra vocês as novidades desse novo homenzinho.
Estreando, envio meus primeiros beijos de

Bisavó Arilda

Marcadores: ,



Escrito pela Mãe da Mãe às 16:32
"Dê um pitaco:" 1 Comentários


quarta-feira, 29 de outubro de 2008
MEU PEQUENO GRANDE EINSTEIN



Como o tempo passa ligeiro, parece que foi ontem que eu ia te buscar na escolinha quando saía do trabalho. Você parecia um robozinho, redondinho e correndo para mim.


Aí, no carro, enquanto íamos para casa, você me pedia pra te contar a história do “Xebolinha”. Quando eu terminava, você pedia “conta de novo” e assim, acho que contava umas dez vezes e ao final de cada uma era só sua gargalhada gostosa que se ouvia. Quando resolvi mudar um pouco e contar da Dona Baratinha que queria se casar, quem não gostou muito foi seu pai (acho que ele não é chegado a ratos e baratas).


Os anos foram passando, mas você foi sempre um motivo de orgulho para mim, educado, gentil, sempre pronto prá atender o que a gente te pedisse.


E o melhor, foi sempre muito estudioso e inteligente, não é a toa que quando tenho alguma dúvida sempre penso em recorrer à você.


Acho que nessa parte você puxou muito pelo seu pai, que também é um estudioso nato, mal termina algum curso e já está começando outro.


Para mim e para nós todos que te amamos muito, você já é importante e tenho certeza de que o futuro reserva essa importância também na vida, como homem, como profissional.


Parabéns pelos teus 17 anos e que teu Anjo da Guarda acompanhe sempre teus passos e que você saiba ouvi-lo para seguir o caminho luminoso que ele, com certeza, vai te indicar, e o próximo é a faculdade que está batendo na porta.


Beijo grande


Vó Arilda



Escrito pela Mãe da Mãe às 13:07
"Dê um pitaco:" 2 Comentários


quinta-feira, 11 de setembro de 2008
VOLTANDO NO TEMPO


Hoje estive fazendo uma visita ao meu passado, lembrando de quando estava esperando bebê e queria muito que fosse menino, porém,  as duas vezes que fiquei grávida, vieram 2 meninas, que sempre me trouxeram alegria e hoje são minhas companheiras e amigas incondicionais.

Para compensar, quando me tornei avó de sete netos, seis são homens e uma única menina. E essa menina, neste final de semana, vai  completar 30 anos, durante os quais sempre foi para mim um exemplo de pessoa. Foi ótima aluna. Muito amiga dos seus amigos (tanto que cultiva até hoje amizades do tempo de criança), excelente companheira de viagem, pois fizemos algumas só nós duas, mostrou-se uma profissional ímpar e também, da mesma forma, dona de casa.

Tem um coração enorme e cheio de bondade (embora nem sempre demonstre isso), é uma senhora anfitriã, adora receber pessoas e quando isso acontece, está sempre preocupada no que oferecer e entreter suas visitas.

É apaixonada pelos irmãos, mesmo tendo sido filha única até 14 anos, está sempre pensando em comprar presentes para eles e não sabe de que forma mais agradá-los.

Hoje ela está casada com um rapaz maravilhoso (por dentro e por fora) e fazem uma dupla tão natural e expontânea que parecem ainda ser namorados.

É isso Caru, você foi a minha inspiração para a coluna de hoje, mas será sempre a minha primeira e predileta neta.

Parabéns, pelo aniversário, por se tornar a mulher que é hoje e por ter conquistado o Beto, que hoje também faz parte do meu clã de netos homens

Beijos para todos de uma

Avó Coruja

 



Escrito pela Mãe da Mãe às 15:46
"Dê um pitaco:" 4 Comentários


terça-feira, 12 de agosto de 2008
O QUE EU PRECISAVA OUVIR HOJE



Como estava em vias de ouvir uma resposta do meu médico sobre uma alteração no tratamento que venho fazendo, queria muito ter um sinal de que as coisas realmente estavam se encaminhando para o correto.
Tenho um livrinho que se chama PALAVRA DO ANJO, resolvi então abrir aleatoriamente e saber o que ele me diria. Eis a resposta que me deixou muito feliz.

PALAVRA DO ANJO DA CURA

Curar-se é a suprema liberdade.
Neste momento planetário você é o artífice de sua cura. Dissolva suas mágoas. Chega de cobranças. Dê adeus às falsas expectativas. Você deve renascer com a energia dos anjos. Se este momento parece obscuro e sem esperança, convoque a energia do riso para a sua vida.
O humor e o riso são remédios potentes.

Certinho não?


Beijos


Arilda

Marcadores: ,



Escrito pela Mãe da Mãe às 10:27
"Dê um pitaco:" 5 Comentários


segunda-feira, 28 de julho de 2008
PROEZAS DA BEL


Quando a Bel tinha entre 3 e 4 anos, num sábado à noite, (a Marta ainda era bebê) ela começou a chorar desesperadamente e passava a mão na barriguinha e dizia que doía. Tentei saber melhor onde era dor, mas ela nem falava, só chorava, e muito. Falei então pro meu marido, vamos levar essa menina ao médico, porque não sei o que pode ser.

Mas, sábado, noite, só Pronto-Socorro. Lá fomos nós, em dois deles não tinham pediatra e mandavam procurar um especial para crianças. O tempo passava e ela continuava a chorar fortemente. Aí, vimos uma placa - PRONTO SOCORRO INFANTIL, saimos do carro e vimos que era uma casa tipo residencial, com um jardim, uma escadinha e uma sacada fechada, tipo jardim de inverno, com algumas cadeiras tipo poltronas de madeira e na parede uma plaquinha que dizia: - Após as 20 horas toque a campainha e aguarde o atendimento.

Tocamos a dita cuja e enquanto aguardávamos que aparecesse alguém, olhei de lado e lá estava a Bel, no meio de duas cadeiras, com os bracinhos apoiados nos braços da mesma, levantando os pezinhos e balançando o corpo.

Eu perguntei, Bel, você não está mais chorando...e a dor?
A resposta dela: - Acho que eu estava com o estomago preso, porque “arrotei” e passou.

Não preciso completar nè? Saimos de fininho antes que alguém atendesse ao chamado e sumimos na noite.

Beijos com gosto de passado

Arilda


Escrito pela Mãe da Mãe às 11:29
"Dê um pitaco:" 2 Comentários


terça-feira, 22 de julho de 2008
SÓ PRÁ DESCONTRAIR



Um camarada enche a cara e tenta dirigir de volta para casa (lamentável).
No caminho, capota com o carro e fica pendurado numa árvore, sobre um precipício de 200 metros. De repente, aparece um mascarado, todo vestido de negro, num cavalo preto, com uma espada brilhante e salva o beberrão. Pega a espada, faz um “Z” na barriga do cara e pergunta:
- Sabes quem eu sou?
O bebum olha o “Z”, sorri e responde:
- Obrigado, Zuperman!

Por que as viúvas-negras matam os parceiros logo após o acasalamento?
Para acabar com os roncos antes mesmo que eles comecem.

Uma mulher decide fazer as últimas compras de Natal, em cima da hora, em uma loja muito movimentada. Quando chega a sua vez de ser atendida, ela comenta com o balconista:
- Sabe, eu entrei nessa loja há 15 anos, quando ainda era uma criança...
Ao que ele automaticamente responde:
- Lamento, senhora, mas estou atendendo o mais rápido que posso!

Sentindo-se muito poderoso depois de ler o livro VOCÊ PODE SER O HOMEM DA CASA, um homem entra na cozinha, aponta o dedo para a mulher e diz categórico:
- De agora em diante, minha palavra é a lei!
Esta noite você vai fazer um jantar de gourmet, mas, antes, prepare um banho bem gostoso para eu relaxar. Você também vai esfregar minhas costas, me enxugar e trazer o pijama. Depois disso, vai massagear meus pés e minhas mãos. E, finalmente, adivinhe quem vai me vestir e me pentear?
- O agente funerário?

Espero ter alegrado um pouco o dia de vocês.


Beijos
Arilda

Marcadores:



Escrito pela Mãe da Mãe às 14:27
"Dê um pitaco:" 2 Comentários